CIRURGIA

EXTRAÇÃO DE DENTES

Quando estamos perante um problema dentário mais complicado, em que o dente está partido ou, muito destruído devido a cárie e a sua raiz afetada irremediavelmente, a alternativa é a extração, evitando infeções ou quistos, que têm graves consequências para a saúde.


Quando fazemos extrações, para além da dificuldade acrescida em mastigar, há 1) perda óssea, 2) de volume da gengiva e 3) alterações de estrutura dos maxilares e da estética da face. Razões pelas quais é importante repor os dentes ausentes.


Antes de tomar a decisão de extrair o dente, o Médico Dentista conversa sobre as implicações e quais as opções de tratamento para a falta de dentes. Entre outros, a reabilitação com implantes responde de forma efetiva a este problema de saúde oral.

EXTRAÇÃO DE DENTES DO SISO

Os dentes do siso têm, frequentemente, de ser extraídos por provocarem inflamações recorrentes, infeções ou até mesmo quistos; podem erupcionar numa posição inclinada e desfavorável e são difíceis de higienizar podendo pôr em risco de cárie os dentes que lhes estão mais próximos. Outras vezes, são extraídos por motivos de alinhamento dentário, porque dificultam o movimento de dentes adjacentes.

Quão importante é o planeamento para a extração dos dentes do siso?
Mesmo muito. Para fazer a extração dos dentes do siso é necessária uma radiografia panorâmica ou um CBCT para avaliar a relação tridimensional, com os segundos molares e as estruturas ósseas e nervosas adjacentes. Através do estudo radiográfico, o médico dentista planeia a cirurgia de forma segura e previsível.

A cirurgia faz-se através de protolocos de atuação clínica validados. Os nossos médicos-dentistas seguem esses protocolos, porque têm treino avançado e experiência clínica.

EXTRAÇÃO DE DENTES INCLUSOS E DE QUISTOS

A inclusão dentária é a retenção do dente, ou se quisermos, de forma simples, o “dente não nasce.” Isto acontece, mais frequente, com os dentes do siso, mas pode acontecer com qualquer outro dente.
Devido à posição desfavorável do gérmen do dente ou à falta de espaço nos maxilares, o dente fica retido. Pode levar à formação de lesões quísticas e a lesões nos dentes vizinhos e em outras estruturas. Sintomas comuns são a dor e um aumento de volume descontrolado. Nestes casos, procedemos à extração.
Noutro cenário, quando há perda de dentes de leite antes do tempo apropriado também podemos ter a inclusão dos dentes definitivos. Aqui a solução passa pelo tratamento com o aparelho ortodôntico, que facilita a abertura do espaço perdido e o reposicionamento na arcada do dente, que ficou incluso ou mal posicionado.

Preguntas Frequentes

Muitas vezes, os nossos pacientes visitam-nos pela, primeira vez, devido a um episódio de dor ou um acidente.
Na Tejo Saúde, procuramos responder a todos os casos urgentes, através da Consulta de Urgência. Realizamos o diagnóstico com recurso às tecnologias radiológicas, à observação clínica, seguindo o protocolo definido e conversamos com o paciente tratamento a realizar, naquele momento, e a medicação necessária.

TEM DÚVIDAS?

Na Tejo Saúde encontra uma equipa dedicada de Médicos Dentistas e Higienistas Orais que poderão desenvolver um plano de tratamento personalizado e adequado às suas necessidades para cuidar e proteger a sua saúde oral.

Fale connosco!